melhores-trackings

Envio de produtos! Vem conhecer essas dicas…

Pesquisas mostram que muitas compras são deixadas no carrinho devido ao valor do frete e ansiedade que o prazo de entrega gera no cliente.
Por isso se você conseguir disponibilizar frete grátis às vezes, pode ter certeza que os clientes irão adorar! Outro detalhe importante é o oferecimento de um código de rastreio do produto, assim o cliente pode acompanhar a sua encomenda e ter mais segurança com o envio, um exemplo disso são os correios, que disponibilizam um código de rastreio para cada produto vendido e mandam para o cliente assim que o pagamento é aprovado.

Existem muitas formas quanto ao envio de produtos, e uma bem simples é você mesmo ir até uma agência dos correios e entregar a encomenda,e também existem formas mais sofisticadas, como por exemplo, parcerias com empresas de logística, e como hoje em dia existem diversos tipos, você só precisa pesquisar e ver qual mais se encaixa no seu perfil.

Mas como isso funciona? Basicamente após a efetuação da compra, a empresa de logística vai passar na sua casa ou loja, pegar o produto e enviar para o seu cliente, fácil né?
Mas para facilitar ainda mais a sua vida, vou te dar umas dicas, confere aí!

Dê a opção de retirada:
Se você tiver uma loja física, pense na possibilidade de oferecer a opção de retirada, o que vai te proporcionar uma economia, tanto em tempo quanto em dinheiro. E também muitos clientes vêem isso como uma economia, além de conseguirem pegar o produto mais rápido.

Oferecer frete grátis:
Uma das maiores iscas para atrair clientes para a sua loja é o frete grátis! Separe um período para oferecer o frete grátis para seus clientes, se certifique que isso não te trará prejuízos e invista nessa estratégia.
Por exemplo, “frete grátis para compras acima de R$100”, “na compra de 2 produtos o frete sai grátis” etc, as opções são muitas, veja o que é melhor para você!

Frete grátis para determinados locais:
Outra opção que muitos empresários utilizam é a disponibilidade de frete grátis para locais específicos, quando você não puder dar frete grátis para todos, tente pelo menos dar para alguns. Estude as tarifas que são cobradas para cada lugar, e faça uma lista de quais lugares você poderia assumir os custos de envio.
É uma estratégia que pode te ajudar bastante com as vendas.

Frete grátis para determinados produtos:
Essa é uma atitude tomada geralmente em duas situações: a tentativa da empresa em vender produtos que estão em baixa ou vender produtos que estão com um estoque grande.
É claro que você vai precisar estudar se essa decisão não irá te dar um prejuízo, mas é uma ótima estratégia para agradar o cliente e não desvalorizar o produto.

Aumente as opções de frete:
A maioria dos empresários disponibilizam mais de uma opção de frete para o cliente, para que assim ele possa escolher a que mais te interessar. Mostre fretes mais baratos e mais caros, assim como o tempo de entrega de cada um e por qual empresa seu produto vai ser transportado.

Entregas alternativas:
Se você morar em uma cidade que dê para atravessar em pouco tempo, uma opção legal é a contratação de um motoboy, um motorista ou até mesmo você para a entrega de produtos. Além de oferecer comodidade, um recebimento mais rápido e confiança para o cliente, você vai economizar as taxas de entrega e terá um contato maior com o cliente, fortalecendo sua relação.

Para te ajudar ainda mais, fiz essa tabela com os tipos de entregas disponíveis nos Correios, confira!!!

TipoPesoTempo
PAC
Serviço de encomenda
econômica.
Nacional
30 kg

Estadual
50 kg
Pode ser demorado, e
vai depender do CEP do
cliente.
Sedex
Serviço de encomenda
expressa.
30 kgSe a entrega for
realizada entre capitais,
a encomenda pode
chegar no dia seguinte.
e-Sedex
Apenas para quem
possui contrato, sendo
um serviço de entrega
expressa.
15 kgAté cinco dias.
Sedex 10
Serviço de envio rápido.
10 kg



Pode entregar até às 10 da
manhã do dia seguinte
ao pedido. Vale
ressaltar que esse tempo
pode variar de acordo
com o CEP.


Sedex hoje10 kgComo o próprio nome
diz, as entregas são
feitas no mesmo dia. E se por
acaso, houver uma
impossibilidade, o
cliente é
notificado.

Mas e as entregas com peso acima de 50 kg? Aí você vai precisar contratar uma transportadora.

principais-erros-de-um-ecommerce-1

Erros que você não pode cometer no seu Ecommerce!

Às vezes por inexperiência ou falta de atenção você comete erros que são cruciais nas finanças do seu negócio.
É normal errar, mas um erro pequeno que passa despercebido pode acabar virando uma bola de neve. Por isso mantenha um controle financeiro, tenha a certeza de todos os gastos que você vem fazendo, assim como o faturamento da empresa.

Mas antes de fazer esse controle se atente em alguns erros bastante comuns…

Misturar a vida pessoal com o trabalho: sempre mantenha as suas finanças bem divididas, sabendo exatamente qual dinheiro é do que, pois no fim do mês você pode observar um lucro a mais e não saber de onde veio, assim como, ter um prejuízo e não ter certeza se alguma conta pessoal interferiu nesses valores. Mantenha tudo organizado em uma planilha, ainda mais se precisar pegar dinheiro de um pra ajudar o outro, por mais que não aconselhemos isso, se precisar mesmo, anote tudo, cada centavo, porque acredite, faz bastante diferença no seu fechamento.

Não ter um controle de estoque: você gosta de finalizar uma compra e depois ser informado que o produto está indisponível? Com certeza não né? Pode ter certeza que seu cliente também não! É por isso que você tem que ter muita atenção nos estoques da sua loja, verifique sempre a quantidade e disponibilidade, assim como previsões para o reabastecimento de produtos. Tenha uma planilha dos produtos que mais fazem sucesso e que mais vendem e sempre tente deixá-los disponíveis no estoque.

Não ter um controle de gastos: é super necessário ter um controle das suas finanças, e como eu já falei, um controle só da empresa, sem gastos pessoais. Despesas fixas como salário de funcionários, fornecedores e contas mensais devem estar organizadas, assim como gastos variados como um concerto de uma peça do seu computador por exemplo. Lembre-se de sempre anotar tudo, todo dinheiro que sai, e também todo o dinheiro que entra, para no fim do mês você não assustar com seu saldo bancário.

Não saber negociar: sempre tenha em mente que seu cliente sempre irá jogar a culpa em você se um produto falhar, tanto em prazo de entrega como em qualidade, independente se você trabalhar com fornecedores ou não. Então manter uma relação boa com o pessoal que você trabalha é fundamental, assim como saber negociar, e saber fazer a cobrança sempre que precisar. E outro ponto positivo dessa boa relação é a maior facilidade na geração de um desconto, o que pode te colocar na frente de seus concorrentes.

Não ter um planejamento inicial bem definido: um erro que pode te levar à grandes prejuízos ou até mesmo à falência é a falta de um planejamento inicial e também um controle financeiro bem definido. Uma loja virtual má administrada pode sim te dar grandes dores de cabeça, então para evitar isso, seja uma pessoa organizada. Saiba exatamente o que você vai vender, para quem vai vender, formas de pagamento, fretes, embalagens e tudo mais que for vital para sua empresa. Faça um controle financeiro para saber exatamente os valores que vão suprir todas as suas despesas, e em quanto tempo você vai conseguir ter o retorno do seu investimento. A partir daí vai ficar muito mais fácil de fugir dos prejuízos e traçar boas estratégias para alcançar maiores e melhores resultados.

Terceirizar serviços: cortar custos é ótimo no início de qualquer empresa, e uma forma de fazer isso é terceirizando serviços. Tornar o seu negócio lucrativo é a sua meta, então reveja sua administração, substitua o que não está dando certo, reveja suas aplicações e as mude se necessário.

Não controlar o fluxo de caixa: você controla seu fluxo de caixa? Se a resposta for não, depois deste artigo você vai começar já a fazer isso! O fluxo de caixa funciona como uma central de inteligência e se for acompanhada de perto e bem administrada é possível tomar boas decisões, além de conseguir saber se a empresa está perto de atingir alguma meta e saber os melhores momentos para fazer um investimento.

São erros como estes que podem acabar com seus sonhos, mas como você acompanha nossos artigos já está atento e não vai passar por isso!

ideias-de-negocios-online-blog-ou-site-especializado

Vantagens de ter o seu negócio online!

Ter um negócio na internet pode te trazer várias vantagens, mas ainda vai te exigir muito esforço, foco e trabalho! Não se engane achando que vai ser fácil, mas acredite que é possível… e é isso que vou te mostrar nesse artigo! Vem conferir…

Escalabilidade: a maior parte dos empreendedores sonha com um negócio grande e ser dono de uma marca reconhecida e famosa, e vendendo em uma loja virtual as chances disso acontecer, são maiores.
A escalabilidade é um dos pontos chave do sucesso das lojas virtuais, já que como sabemos, a internet é imensa, e dá pra fazer sucesso nela. As chances de você atingir um público grande e até um público estrangeiro são grandes! Por isso invista em uma loja virtual!

Custo menor: montar um Ecommerce não é tão barato, mas quando se compara com uma loja física, o custo inicial é bem menor, até porque não é necessário uma estrutura enorme para começar. O que você vai gastar, vai depender do produto que você está comercializando, como estoque, estrutura, capital de giro etc…

Flexibilidade: já pensou em trabalhar no conforto da sua casa? Tomando aquele cafézinho e sendo seu próprio chefe? Essa é uma realidade para as pessoas que já tem a sua loja virtual! Trabalhe de qualquer lugar! Em casa, em uma cafeteria ou no escritório, tendo uma internet boa com alta velocidade dá pra trabalhar de qualquer lugar!
E além disso você pode fazer seus horários, separe um tempo para cada função, assim você não fica sobrecarregado!

Conveniência para os clientes: sem dúvidas é uma das melhores coisas das lojas virtuais, afinal, é para os clientes que você vende seu produto! O mundo é muito imediatista e muito acelerado, as pessoas não estão mais tendo tempo, e quando tem, a maioria vai navegar nas redes sociais querendo relaxar e dar uma distraída ou simplesmente passar o tempinho que sobra entre em um compromisso e outro. É por isso que o comércio virtual faz tanto sucesso, afinal, esse cliente só vai precisar abrir o site da sua loja ou clicar em algum anúncio de algo que ele nem sabia que queria ou precisava que apareceu no Instagram por exemplo, e com apenas um clique, ele consegue comprar o que precisa…
Em um mundo onde o tempo é valioso, a comodidade e facilidade são seus melhores amigos, e nada mais justo do que usar isso a seu favor não é mesmo?

Vendas a qualquer dia e horário: sua loja ficará disponível 24 horas por dia e 7 dias por semana, podendo gerar vendas a qualquer momento, o que faz o investimento em uma loja virtual ser ainda mais vantajoso. E como já falei antes, as pessoas querem comodidade, e o que é melhor do que poder comprar de qualquer lugar e em qualquer hora?

Facilidade de monitoramento: graças a opção de visualização de registros e históricos, é possível acompanhar o desempenho da sua empresa, sem perder dados importantes.
Outra funcionalidade legal é o envio de mensagens alertando “compras no carrinho”, que é uma forma de finalização de vendas. Além de também poder instalar pixels de análise, para ajudarem no remarketing.

Visibilidade dos produtos: seu site vai funcionar como uma vitrine, onde os clientes vão ver diversos produtos da sua marca, que vai instigar ou não a visita na sua loja. Nela, existem várias maneiras de facilitar a busca dos produtos, como a própria ferramenta de busca e formas de catalogação.

Possibilidade de investir em SEO: sem dúvida é uma técnica muito importante quando o assunto é Ecommerce. Como a sua loja pode ser otimizada para os sites de busca, ela se torna a porta de entrada da sua marca, e de quebra ainda permite uma visibilidade maior em seus outros canais, como as sua redes sociais.

quanto-investir-em-google-adwords

Google Ads, vem entender como essa ferramenta do Google funciona!

O Google Ads anteriormente conhecido como Google Adwords é uma plataforma de publicidade, e através dela, diversos anúncios são exibidos em forma de links ou na ferramenta de pesquisa, em computadores e smartphones. E uma de suas grandes vantagens é a sua base em desempenho, então quanto melhor ele for trabalhado, melhores vão ser os resultados.
A maior parte dos anúncios é feita por meio de palavras-chave, relacionadas com o que está se buscando, então logo se entende que as pesquisas do Google são feitas quando há um interesse por trás, por isso a otimização para que seu produto seja mostrado nas primeiras linhas da pesquisa, é tão importante.
Mas também existem outras opções de anúncio, como banners e vídeos em áreas especiais e com visibilidade, em sites parceiros do Google, como o Youtube, a maior plataforma de vídeos do mundo.

Ele também distingue os anúncios dos resultados orgânicos, por meio de uma etiqueta pequena, “anúncio” que antes era amarela, mas que foi mudada para a cor verde para deixá-lá ainda mais semelhante à um resultado de busca normal, e também disponibilizou alguns recursos facilitadores como:
Anúncios estendidos: implantado em 2016, esse recurso permite que os títulos sejam maiores e ofereçam mais informações.
Extensão de preço: essas extensões tem como objetivo, mostrar os preços ao cliente, sem que ele tenha que entrar no site. Isso é bem comum em sites que não tem suporte para mobile.

Bons motivos para anunciar no Google Ads:
Potencial:
o Google é o maior mecanismo de buscas da internet, e isso já nem é novidade pra ninguém. Qualquer dúvida que aparece, as pessoas já abrem o Google e pesquisam, o que faz seu alcance ser imenso.
Para se ter noção, 97% das pesquisas aqui no Brasil são feitas pelo Google e cerca de cem bilhões de pesquisas são feitas por mês ao redor do mundo.
Realmente, o poder e dimensão do Google são gigantes, então use isso à seu favor.

Segmentação: além de oferecer anúncios no momento chave de pesquisa, dá pra exibir esses anúncios de uma maneira ainda mais segmentada, aumentando sua eficácia. Palavras-chave, tópicos, público-alvo, localização, sexo, idade, dispositivos, são algumas das opções que a ferramenta oferece.

Controle de investimento: o anunciante tem total controle do dinheiro que está investimento nos anúncios. Tem também a opção da cobrança ser feita só após uma quantidade de cliques ou depois que bater alguma meta.

Avaliação de ROI (Retorno sobre o Investimento): é possível contabilizar as impressões, cliques e conversões, que te ajudam a ver em quais anúncios o dinheiro foi mais bem aplicado. Você pode acompanhar os clientes e mandar conteúdos, aplicativos, dicas e o que estiver mais relacionado com a sua marca, e a ferramenta ainda te permite descobrir em quanto tempo o cliente demorou para decidir a compra, ou em qual momento ele começou a perder o interesse.
E outra legal também é saber em quanto tempo e a partir de que valor, os anúncios começam a gerar conversões.
Um mar de possibilidades né?

Possibilidade de testar e acompanhar os anúncios: o Google Ads te ajuda a descobrir quais anúncios tem dado certo e quais não, além de te mostrar dados como a quantidade de visualizações e o se o perfil do cliente condiz com a sua campanha.

typewriter-1170657_1920

Você sabe a importância da tipografia no seu site?

Antes de saber a importância da tipografia… você sabe o que é a tipografia?

A tipografia é bem mais do que só as fontes, ela envolve todos os procedimentos artísticos e técnicos que abrangem muitos passos da produção gráfica, desde a criação até os acabamentos e arranjos visuais das palavras.
E já que estamos falando da escrita, é de fundamental importância que ela seja trabalhada da melhor forma possível, já que as palavras e a forma visual das mesmas, interferem no design e na mensagem que você quer transmitir.
Então, vamos entender alguns conceitos?

FONTES-> Existem hoje 4 configurações de fonte:
Góticas: todos os estilos de fonte que remetam a escrita ornamentada, com características angulares e com ausência de curvas. É um tipo de fonte não muito comercial, em textos grandes por exemplo, onde o total uso dessa escrita causa uma dificuldade da leitura e bastante confusão. Com toda a certeza os medievais não priorizaram a clareza quando implementaram essa escrita e sim a beleza, já que o texto ganha um ar muito mais artístico.

Romanas: é a escrita mais utilizada nos dias de hoje, ainda mais em textos longos. É um modelo de fonte que apresenta um espaçamento proporcional, deixando o texto bem mais legível. Existem 4 tipos de grupos das fontes romanas, o antigo (baixo contraste entre traços finos e grossos), transicionais (tem um médio contraste entre os traços e uma transição entre as diagonais), moderna (alto contraste entre os traços) e a serifa quadrada (estilo máquina de escrever).

Grotesca: possuem um design limpo e simples, sendo ideais para títulos, mas não muito aconselhadas para textos longos. Assim como na fonte romana, o tipo grotesco também possui alguns grupos: grotescas (formas mais condensadas), neogrotescas (formas mais amplas), geométricas (arredondadas), humanísticas (maior contraste nos traços), quadradas (caracteres com perfil quadrado) e arredondadas (extremidades arredondadas, o que proporciona um conforto visual).

Escriturais: fontes projetadas para imitar a letra à mão, dando a impressão de uma escrita junta, imitando a escrita cursiva da língua portuguesa. E assim como na escrita humana, existem modelos mais fáceis de ler do que outros.

MEDIDAS TIPOGRÁFICAS->
Caixa alta:
são as letras que na escrita humana, correspondem às maiúsculas.

Ascendente: é a linha que acompanha a altura das letras.

Linha de base: é a linha que a maioria das letras tem como base.

Descendente: é a linha que acompanha as letras abaixo da linha base, ex: j, p, q e g.

Leading: distância entre linhas.

Tracking: distância entre palavras.

Kerning: distância entre caracteres.

Hierarquização visual: é o uso de diferentes tamanhos, famílias, distâncias e variações, que pode mudar toda a forma do texto.

Composição gráfica: é o alinhamento e o espaço onde se encontram as palavras, que tem quatro estilos diferentes: esquerda, direita, centro e justificado.

Agora que você sabe os pilares da tipografia, é hora de saber e entender os principais erros cometidos e em que eles afetam a estética e visibilidade do seu site. Confira!!!!

1. Escrever uma mensagem séria com uma fonte brincalhona ou o oposto.
2. Tomar cuidado com a legibilidade e leiturabilidade, parece óbvio mas muitas pessoas pecam nisso. Imagine que você viu uma fonte linda e que te chamou a atenção, mas não observou a estrutura da fonte e onde ela seria melhor aplicada, e escreveu mesmo assim. Pode facilmente acontecer do texto ficar ilegível ou até passar a mensagem errada, o que pode afastar leitores e até possíveis clientes.
3. Outro ponto bastante importante é o contraste do seu texto! Tome cuidado com as cores das fontes e o background do seu site, certifique-se que o texto poderá ser lido.
4. Espaçamento também é perigoso, pois um texto com as letras muito juntas ou muito separadas, se torna cansativo e com certeza muita gente vai perder o interesse na leitura.

Ah! Outra dica muito importante na hora de escolher a tipografia é a persona! Isso mesmo, saiba exatamente para quem você está escrevendo e assim, defina as melhores fontes para se comunicar com ela.

icons-1445475_1920

5 estratégias para vender pelas redes sociais!

5 estratégias para vender pelas redes sociais!
Vender é complicado e leva tempo, mas a adoção de algumas estratégias nas mídias sociais, facilita e muito esse processo!
Quer conferir?
Continue sua leitura!!!!

Facebook Ads: Essa é com certeza uma das melhores vantagens de se investir no Facebook! É o tipo de campanha segmentada por idioma, gênero, idade e interesses, disponibilizando também a opção de definir o tamanho do investimento, o que facilita bastante o trabalho!
É uma ferramenta que pode ser muito rentável, se atuar em parceria com as demais ações feitas pela sua equipe, e dá pra fazer conteúdo em diferentes formatos, o que expande ainda mais os horizontes de alcance, já que o Facebook é uma das mídias sociais com mais fluxo de pessoas do mundo.

Instagram shopping: se você não tem a menor noção do que é essa ferramenta do Instagram, calma que eu te explico!
É uma ferramenta que disponibiliza links diretos para produtos específicos em seu site, e funciona assim: a publicação terá um ícone “toque para ver”, ao clicar nele vai aparecer marcações com vários produtos, e ao clicar novamente em qualquer uma das marcações, uma outra aba se abrirá, e lá o cliente vai ter acesso a algumas informações sobre o produto, isso tudo sem sair da plataforma. O cliente só vai ser direcionado para o site da loja se decidir comprar o produto, clicando na função “comprar”, simples e prático né?
Mas para ter acesso a esse recurso são necessárias algumas coisas… Primeiro seu perfil precisa ser comercial e estar conectado a um catálogo no Facebook, e também é necessário que você tenha um Ecommerce, já que a plataforma não processa nenhuma compra, só direciona para o site.
Se você ainda não tem um Ecommerce mas quer muito usar o Instagram shopping, clique na aba contatos no menu, e venha colocar seu sonho em prática!!

Ofereça vantagens exclusivas nas redes sociais: exclusividade é um tipo de oferta que faz bastante sucesso entre os clientes, afinal quem não gosta de coisas exclusivas né?
Cupons de desconto, produtos únicos e até brindes! Tem diversas opções que você pode oferecer!
“Cupom de 20% apenas com acesso pelo LinkedIn” ou “Seguidores do Instagram, cupom DESCONTO20 para ganhar desconto no site”
Essa iniciativa além de promover o engajamento, já que as pessoas vão querer acompanhar os seus posts, vai fazer com que mais pessoas conheçam seus produtos o que por consequência, vai gerar mais vendas!

Divulgue pelo YouTube: fundada em 2015, a plataforma é a mais popular na distribuição de vídeos do mundo, e o segundo maior mecanismo de pesquisa usado pelas pessoas, então invista em vídeo marketing!
Você pode usufruir do seu canal, e até ganhar dinheiro com ele, através das monetizações e também com outros canais, criando anúncios que serão divulgados entre os vídeos.
Uma coisa bem legal de se utilizar também é a otimização do YouTube, para que seu conteúdo seja mostrado no topo das pesquisas, e assim alcançar um maior público, você pode fazer isso por meio de palavras-chave e títulos bem pensados.

Prova social:
uma das melhores com certeza! Pessoas acreditam muito mais em pessoas do que qualquer promessa que você faça, então incentivar que seus clientes avaliem e comentem sobre o que acharam do produto é muito bom.
Afinal, quem não gosta de ver cinco estrelas em algum produto? Passa muito mais confiança e credibilidade, estimulando ainda mais as vendas. E conseguir bons comentários é sua tarefa…Entregue um bom produto ou serviço, supere as expectativas do cliente, se a pessoa estiver satisfeita e/ou surpresa com o que recebeu, a indicação vai fluir naturalmente.

ecommerce-2140603_1920

Fisgando seus clientes!

Que seu perfil tem que ser relevante você já sabe, mas como atrair mais pessoas e fazer com que elas se interessem real por isso?

Iscas digitais!! Você precisa conhecer as melhores maneiras de fisgar seu público.

Ninguém quer saber das suas novidades, a menos que você seja a Apple, divulgando o lançamento de um novo modelo de iPhone, ou a Coca-Cola prometendo um refrigerante que não engorde, vai ser muito difícil conseguir a atenção das pessoas pro assunto que você quer abordar. Um simples, ‘’clique aqui para obter mais informações’’ ou ‘’cadastre-se para receber mais conteúdos’’ já está bem batido na internet, e as pessoas, bem, não se importam…

É por isso que o uso das iscas digitais são tão importantes na atração do público, quer conferir algumas?

Checklist: é uma entrega rápida pra sua audiência, e diz tudo o que ela precisa fazer seguindo um passo-a-passo. Dá pra fazer ela personalizada por meio de apps como o Canva, que é uma ferramenta de design bem simples, mas também dá pra achar modelos pré-prontos, afinal, a internet é vasta e tem de tudo. Essa isca é bem simples, e atrai muita atenção, bom, as pessoas gostam de algo que facilite o dia-a-dia delas.

Planilhas: outra vez algo que facilita a vida das pessoas, quem não gosta de uma planilha prontinha, que só falta preencher? Eu adoro.. e seu público também, eu aposto. Disponibilize ideias de planejamento, um cronograma capilar ou sei lá um calendário personalizado com os dias lunares, as opções são infinitas, pense no seu nicho e vá direto pro Excel, mãos a obra..!!!!!!!

Templates: se tem uma coisa que todo mundo ama, é o tal do template, sério, é uma verdadeira febre no instagram e tirar um tempinho na criação dessas artes pode te render frutos sabia? Templates são específicos e te dão também um passo-a-passo de como fazer algo por meio de conteúdos visuais, e além de chamar a atenção das pessoas pode também te dar a chance de colocar a identidade visual da marca nos trabalhos, o que é ótimo na sua visibilidade e reconhecimento.

Dicas: Sim, dê dicas… Dicas de aplicativos, ferramentas, séries, filmes, as pessoas gostam, e cria uma conexão com elas, afinal, sua marca está ajudando no crescimento intelectual e facilitando a vida delas de alguma forma não é mesmo?

Receitas: calma, ainda estou sendo abrangente, mesmo falando de receitas. Receitas são sim usadas no meio gastronômico, mas sabe, você pode disponibilizar a receita infalível para os cabelos perfeitos ou a receita de máster chef para adquirir leads no facebook.. tá vendo? Dá pra fazer tantas receitas legais nos diferentes nichos de mercado…aliás, deixarei aqui uma receita de um bolo, mas é o bolo do sucesso…dicas de ouro pra te fazerem ir longe.

Tutorial: já reparou que existe tutorial até de como ferver água na internet? Sim, existe. Hoje em dia dá pra fazer tudo, basta ter um tutorial ensinando determinado assunto que qualquer pessoa faz, e isso atrai bastante gente. Deve ter passado pela sua cabeça, ‘’ah, mas tutoriais são mais pro nicho da moda e cosméticos’’, e sim, esse mercado usa bastante dessa isca, pois é algo que realmente dá certo pra essa área, mas isso não significa que os outros nichos não podem usufruir também, já imaginou que legal um tutorial de como criar novas cores de tintas para pintar aquela parede? Ou de como construir uma página usando HTML… ? Seja criativo!!!!

Gostou das dicas?

197470-OYF57A-37

Os melhores nichos para você investir em 2020!

Entrar no mercado virtual é vantajoso, mas também é arriscado, afinal, existem vários nichos e muitos deles não dão tão certo assim. As alternativas são simples: entrar em um nicho que não é tão grande e tentar fazê-lo crescer dentro do mercado ou procurar um nicho sólido e buscar a diferenciação dentro dele. Não que o primeiro seja impossível, porque sempre tem as pessoas que impulsionam algo novo, mas é bastante arriscado e requer uma visão e um planejamento bem cautelosos, por isso a maioria entra em nichos grandes para poder assim conquistar seu lugarzinho no meio.

Trago neste artigo os nichos com os melhores desenvolvimentos no mercado, vamos conferir?

1- Saúde, emagrecimento e vida fitness: muitas pessoas estão obcecadas na busca de um corpo perfeito, ou o mais próximo dele, por isso a demanda desse nicho anda bem alta. Mas o grande problema dele é a grande quantidade de produtos com a qualidade duvidosa, e isso é perigoso tanto por questões de saúde quanto pela visibilidade da marca. Por isso, se você decidir investir nesse mercado, tenha cuidado com fornecedores e com o que o seu produto promete ao cliente.

2- Moda: apesar de ser um nicho já estabelecido, o ramo da moda disponibiliza várias oportunidades de crescimento todos os dias. O lado bom é que dá pra criar um subnicho pra investir, como uma moda focada em algum tipo específico ou até mesmo em alguma tendência, mas aí você vai ter que se manter atualizado no mercado, pra poder fisgar os primeiros clientes, e é aí que entra o lado ruim, é um mercado extremamente competitivo, em que só vende quem conquista o cliente. Você já se viu naquela situação de indecisão entre uma roupa e outra? Pois bem, é exatamente isso que o cliente sente, e no fim ele compra da marca que mais te conquistou e chamou atenção, então investir em marketing e construção de venda é importantíssimo se você quer trabalhar com a moda.

3- Beleza: Assim como a moda o nicho da beleza cresce na velocidade da luz, ainda mais agora que os homens estão desmistificando o uso de cosméticos. Maquiagem, cuidados com a pele e com as unhas, cosméticos e produtos artesanais são alguns caminhos que você pode seguir dentro desse nicho.

4- Decoração: Muitas pessoas estão buscando novas formas de bem-estar e personalização, por isso o nicho da decoração vem crescendo bastante. Dá pra focar em personalizados, em quadros, móveis com pallet, objetos de decoração, enfim, tem vários rumos que você pode seguir. E da pra pirar bastante nas ideias, afinal, os “Do It Yourself” ou “Faça Você Mesmo” são um sucesso na internet.

5- Bebidas: é um nicho relativamente novo, e está mais focado em degustadores de cerveja, e muitas das marcas, vendem cervejas artesanais. Elas estão focadas em proporcionar uma experiência de consumo de qualidade aos clientes, e é um mercado que pode crescer muito ainda.

6- Games: se você é uma pessoa que gosta do mundo tecnológico, o mercado dos games é o ideal pra você. E esse nicho vai muito além de só os games, você pode investir em acessórios de console, camisetas, canecas e muitos outros.

7- Produtos Naturais: as pessoas estão criando consciência em relação à procedência e qualidade dos produtos, buscando cada vez mais produtos de origem natural e também produtos sem origem animal, os famosos produtos veganos. Então investir nesse nicho pode ser bastante interessante, pois é um mercado com grandes possibilidades de crescimento, além de ter uma causa social legal por trás.

8- Filmes e séries: em um mundo onde existe Netflix, é impossível você não ter visto pelo menos uma série ou um filme, e pior, não ter passado pelo triste fato de não ter ninguém pra conversar sobre depois e ter que ficar lá teorizando sozinho. Então é por isso que esse nicho vem crescendo, pois, além de postar artigos comentando os lançamentos, as teorias, você ainda pode vender produtos temáticos, o que com certeza vai deixar os fãs loucos.

9- Eletrônicos: pensar no mundo de hoje sem pensar em produtos eletrônicos, é pensar em um mundo sem ser esse que a gente vive. E o bom desse nicho é a variedade de produtos que dá pra trabalhar e as diferentes formas de conseguir fornecedores, permitindo o descobrimento de produtos bons e baratos no exterior.

E você, já sabe em qual nicho investir?

AparenciaDeSuaLoja-JustCommerce

Qual a importância do design do meu Ecommerce?

Colorimetria, a arte das cores: Você já entrou em algum site que te cansou visualmente já na tela inicial? Ou que não te passou sentimento algum? Se a resposta for sim, saiba que muito disso pode estar ligado à colorimetria do site, ou seja, a paleta de cores certamente foi trabalhada de forma errada. As cores tem um papel fundamental no design, pois passam as mais diversas emoções à quem está consumindo o conteúdo; Um exemplo bem simples disso é a semelhança na paleta de cores de redes de fast food, já reparou que tons de vermelho estão sempre sendo usadas? Pois bem, o vermelho é uma cor que estimula a fome, então é uma grande sacada pra estimular as vendas. As cores tem que ser pensadas pra agradar o máximo de pessoas possível, e além disso, a paleta tem que ser bem avaliada, para assim as cores casarem entre si e o site ficar esteticamente bonito e harmônico.

Exemplos básicos para você que está começando…

Vermelho: cor da paixão e da fome
Laranja: é uma cor bastante energética
Amarelo: é a cor do otimismo e também desperta o apetite
Verde: saúde e calma
Azul: higiene e frescor
Roxo: muito ligado à sabedoria
Marrom: sofisticação
Rosa: delicadeza
Branco: organização
Preto: elegância e força
Cinza: é mais usada como apoio para outras cores

”Menos é mais” Você provavelmente já ouviu essa frase em algum lugar não é mesmo? E no quesito aparência do site a aplicação desse conceito é bem importante… Um site muito carregado, com diversos pontos de foco, muitos estilos de design e informações soltas causam uma poluição visual enorme na página. Não é que você não possa utilizar de diversos conceitos do design pra montar seu site, você pode, só que antes de realmente colocar as ideias na página, um estudo de design deve ser feito, pra pensar com carinho em cada detalhe e o que encaixa com o que, pra deixar tudo harmônico…. Harmonia! Guarde essa palavrinha pra sempre no seu coração, e na hora que for falar de design de sites e redes sociais, resgate ela…

Fotografia: Com certeza no top 3 de pilares para fazer seu site se dar bem na internet, a fotografia, bom, nem preciso falar que é super importante né? Ela é basicamente o que induz o seu público a se interessar pelos produtos, pois sem fotos não da pra ter noção real do que está se vendendo… parece óbvio, mas muitas e muitas marcas pecam nesse sentido, colocando fotos com baixa qualidade, que não condizem com a realidade do produto ou até imagens com composições erradas e diversos elementos um tanto quanto inúteis que causam uma poluição visual e tiram o foco do produto principal. E isso faz sim, clientes com um grande potencial de compra, a desistirem dos produtos, muito mais do que você possa imaginar! Então sim, antes de iniciar uma loja virtual, pense em como você vai realizar os investimentos em fotografia e qual método vai adotar, se vai preferir fazer as fotos você mesmo, se vai pagar um profissional ou até mesmo usar de imagens já prontas da internet, o que pode ser um pouco mais burocrático.

RedesSociais-JustCommerce

Redes sociais, qual usar?

Instagram: Pensou em marketing digital, pensou em Instagram. Sendo hoje uma das redes sociais mais famosas nesse meio, o Instagram oferece diversas ferramentas e métodos para a postagem de conteúdo. Vamos conferir algumas?

Feed-> o feed é a parte mais visual da plataforma, e é onde acontece todas as etapas base do marketing, lá você pode atrair público, fazer a conversão e até vender seu produto, se seu perfil tiver uma loja, é claro. O feed ainda oferece diversos meios de postagem, como fotos estáticas, carrossel e vídeos, e ainda conta com o uso de hashtags, que ajudam muito na atração de seguidores. Enfim, ele é mil e uma utilidades…

Stories-> É um espaço em que você pode postar conteúdos rápidos, criando conexões com os seguidores, pois se trata de um conteúdo mais íntimo, que acaba gerando mais interesse e identificação por parte deles. Além disso, os stories são muito funcionais e dá pra pirar nas ideias, pois ele disponibiliza muitas ferramentas como, textos, vídeos, boomerangs, mãos-livres e também uma infinidade de efeitos, animações e gifs.

IGTV-> É uma ferramenta bastante recente, que disponibilizou aos criadores a opção de poder postar vídeos no modo vertical e vídeos mais longos, que antes não podiam passar de 1 minuto. Mas mesmo trazendo novidades para a rede, ele ainda é uma ferramenta pouco utilizada pelos usuários da plataforma, então essa é a oportunidade de investir, vai que é você a pessoa que vai fazer do IGTV um grande sucesso e mudar os rumos do Instagram.

Facebook: para muitas pessoas, o facebook foi esquecido no churrasco, mas a realidade é que, mundialmente existem cerca de 1 bilhão de usuários ativos por dia, fazendo que a rede social fundada por Zuckerberg seja a maior do mundo e concentre grande parte dos empresários. É uma plataforma de fácil entendimento, crie um perfil, mas não se esqueça de criar uma página empresarial viu? Nada de contas pessoais.

A partir daí é só personalizar e começar a produzir, invista em anúncios ok? O facebook é referência nesse aspecto.

LinkedIn: uma rede social desconhecida por muitas pessoas mas que vem ganhando uma importância significativa nos últimos tempos. O linkedIn é literalmente uma rede social de negócios, fundada por volta de 2002, e no ramo do marketing é um poderoso gerador de leads B2B! Sim, da pra gerar bastante leads nessa rede social, e uma atualização recente potencializa isso, o Matched Audiences, que é uma ferramenta de anúncios, ajuda na otimização dele como uma plataforma publicitária.

Outra função bem legal são os grupos do LinkedIn, que te fazem ter contato com mais pessoas no seu nicho, sendo perfeita para network! Mas isso fica para um próximo artigo, explicando direitinho como essa rede social poderosíssima funciona.

YouTube: quem nunca pensou no YouTube como referência no cenário publicitário né? Realmente, a plataforma do Google distribui vários e vários anúncios e propagandas diariamente no decorrer dos vídeos dos seu criadores preferidos, aumentando a visibilidade e engajamento de diversas marcas. Qualquer profissional de marketing sabe que os vídeos dominaram a internet e que sem dúvida, é o melhor formato de conteúdo a ser trabalhado. Além de ser um conteúdo dinâmico, vídeos exprimem melhor as emoções e passam uma mensagem totalmente diferente do que um artigo ou até mesmo uma foto.

Sabendo disso, fica claro que investir em vídeos é uma boa pedida, então faça isso na maior plataforma audiovisual da internet.

Pinterest: verdadeiramente um mundo perfeito e que faz a nossa cabeça explodir, o Pinterest é uma das maiores fontes de ideias e referências da internet. Dá pra tirar muita ideia de conteúdo de lá, o que é ótimo na construção de marca, que é tão importante no marketing como o scooby-doo é pro salsinha.

Bem, é também um excelente lugar para postar seu portfólio se seu négocio for mais relacionado com fotografia e prestação de serviços, igual a JustCommerce.